Em nosso mais novo Criador em Destaque, trouxemos um pirata que tem um certo Produtor Executivo tatuado em algum lugar do corpo: vem aí AsylumGC8! Fizemos algumas perguntas sobre suas Jornadas pelos mares até então, e quais foram suas experiências nessas viagens.

Tem interesse em se inscrever na Tripulação de Criadores do Sea of Thieves? Saiba mais aqui.


[P]: Como você entrou no mundo dos jogos?

[R]: Quando eu era um pequeno javali, o meu sensei do karatê possuía um maravilhoso Commodore 64 que me deixava maluco. Esse escapismo não passava de apertar teclas e carregar fitas. Fui convidado a dar uma olhada no dito C64 e, assim, minha jornada pelos jogos teve início com um comando de CARREGAMENTO e um sorriso enorme.

Vou te contar: a maioria dos jogadores de hoje acha que sabe o que são carregamentos longos. Para eles, eu digo: “baboseira”. Eles nunca entenderão a dolorosa expectativa de colocar a fita de Blackwyche (sim, eu joguei isso) e tentar encontrar outra atividade para ocupar os próximos 10 a 15 minutos. Passei então pelo Atari 2600, seguido de perto pelo meu Sega Master System — em parceria com o NES do meu primo — pelos dispositivos móveis antigos (sim, eu tinha o Nokia N-Gage) e pelo Xbox até chegar ao PC.

[P]: Como você se tornou membro da comunidade de Sea of Thieves?

[R]: Um grande amigo, analista de testes da equipe de Sea of Thieves, havia me informado que um incrível jogo de aventura com piratas seria lançado em breve, produzido pelas mesmas pessoas maravilhosas que criaram Battletoads. Ele me disse que não podia revelar nada devido ao Termo de Confidencialidade, mas que seria um jogo incrivelmente divertido para todos os envolvidos. Acompanhei o progresso do jogo por meio dos primeiros artigos e, na data de lançamento, entrei com minha assinatura do Game Pass (olha a propaganda descarada!), deixando para trás muitas comunidades negativas e partindo para a minha maior e mais envolvente aventura no mundo dos jogos. Agora, depois de dois anos e meio jogando de forma consistente, e tendo jogado tantos outros, posso afirmar, de coração, que nunca me diverti tanto em um jogo.

[P]: Como a criação de conteúdo se tornou a sua “arte”?

[R]: Eu havia visto o trabalho de alguns streamers há cerca de cinco anos. Eles estavam se divertindo com suas comunidades e jogando os títulos que amavam. Isso atraiu o meu lado extrovertido e o que adorava jogar com os amigos. Não havia a necessidade de ser ativo no jogo. Apenas de compartilhar seu amor pelos jogos e socializar. A fera ganhou força a partir daí.

[P]: Como você decide que tipo de conteúdo vai criar?

[R]: Depois de passar por uma infinidade de “personas” de jogos para formar uma comunidade, voltei aos principais motivos pelos quais comecei: relaxar, socializar e conectar. A partir daí, tudo se tornou uma questão de criar um conteúdo que inclua todos, forneça um escapismo diário e provoque risadas. Ser estoico e aprender a ficar quieto sempre foi uma provação para mim; então, desde que aprendi a desacelerar e absorver o ambiente, adaptei meu canal para refletir esse mantra. Desacelerar, estar presente, engajar, conectar. A vida não tem que ser um borrão frenético, por isso crio um conteúdo no qual os espectadores possam recorrer para também diminuir o ritmo.

[P]: Quais foram seus desafios ao criar conteúdo?

[R]: O maior desafio enfrentado por qualquer criador da Austrália é nossa frustrante infraestrutura tecnológica. Passei quase dois anos fazendo transmissões via 4G, pois nossa lamentável internet não tinha velocidade suficiente para suportar uma chamada de vídeo, muito menos a transmissão de jogos. Nunca me senti desconfortável falando com as pessoas ou me adaptando a personalidades. Também nunca deixei de me divertir ao jogar com a maioria das pessoas, por isso me considero extremamente sortudo por ter conseguido superar esses obstáculos pessoais sem esforço. Era uma simples questão de se esforçar para permanecer conectado.

[P]: Quais são os seus canais?

[R]: No momento, tenho dedicado o que considero uma parte enorme do meu tempo à Twitch. Tenho as ferramentas e os recursos para expandir em direção a outros caminhos, mas me concentro por ora em alcançar minhas maiores conquistas/metas neste canal. Nos próximos meses, vocês verão muito mais conteúdo de nossas façanhas noturnas no YouTube e no Instagram.

[P]: Qual o momento de Sea of Thieves mais marcante até agora para você?

[R]: Tenho um super orgulho em dizer que toda minha família se juntou a mim no mar. Minha esposa gosta tanto do jogo que tornou-se a timoneira mais qualificada que já encontrei, e minha filha se diverte a ponto de se tornar um meme no meu canal. Ter minha garotinha comigo, quebrando alguns crânios e sendo bem recebida pela minha comunidade, colocou um sorriso enorme no meu rosto que é impossível tirar.

[P]: O que você mais gosta no jogo atualmente, e o que espera para o futuro?

[R]: Sea of Thieves é um desses jogos únicos e verdadeiramente especiais em que nenhum elemento se destaca em relação aos demais. Se tivesse que apontar algo, seria como tudo funciona de maneira harmoniosa para criar uma experiência em constante evolução. Nenhuma viagem é igual à anterior ou à próxima. O jogador deve aprender a se adaptar a todo tipo de situação, o tempo todo, o que torna o jogo emblemático da nossa era atual. Sim, você pode me usar como citação.

[P]: Existe alguma coisa específica que você sente orgulho de ter realizado jogando?

[R]: Vocês podem até achar que estou puxando o saco, mas tornar-me Parceiro do Sea of Thieves me deu o incentivo que eu tanto ansiava. Estou imensamente orgulhoso do fato de que já não tenho mais um traseiro depois de trabalhar tanto para chegar até aqui, mas minha comunidade esteve comigo desde o início e me mantém motivado até hoje. Não há palavras suficientes para agradecer a ela e à comunidade de Sea of Thieves como um todo por estarem comigo.

[P]: De onde veio o nome do seu canal?

[R]: "Asylum" (em português, "Hospício") foi um apelido dado a mim na adolescência por meus amigos devido aos esportes tolos e perigosos que eu praticava. Ele permaneceu na minha carreira como lutador profissional e se tornou quase uma identidade. Como vocês podem imaginar, essa palavra é facilmente utilizada como nome de usuário, então tive que pensar em uma maneira de torná-la ainda mais exclusiva. E aí entra o melhor carro que já tive: um ’99 WRX STI, cujo código de fabricação era GC8. Juntem o primeiro com o último e vocês têm... eu.

[P]: Que conselho você daria para um criador de conteúdo que está começando?

[R]: Você não será famoso logo de cara. Você tem um caminho difícil pela frente, mas se seguir no seu ritmo, mantiver sua verdadeira personalidade e lembrar-se de quem você é como pessoa, atingirá seus objetivos no futuro. Não se preocupe com o número de espectadores ou estatísticas. Essas coisas virão com o tempo. Por ora, divirta-se, cresça e aprenda tudo o que puder.

[P]: O que você não aconselharia um criador de conteúdo a fazer?

[R]: Não fique observando sua contagem ou lista de espectadores. Isso apenas causará distração durante a transmissão e desapontamento logo em seguida. Deixe a transmissão fluir naturalmente, e não deixe de curtir o jogo e o ambiente. O público chegará quando tiver que chegar, portanto, não force a barra. Os espectadores sabem quando você está sendo forçado, e isso os afasta de seu canal.

[P]: Pode nos contar mais um fato aleatório sobre você?

[R]: Certo dia, minha comunidade achou que seria uma ideia engraçada me incentivar a fazer uma nova tatuagem. Uma tatuagem que fizesse muitos lamentarem, mas a maioria, sorrir. "Mas como seria possível unir seu amor por Sea of Thieves a uma tatuagem de meme, fazendo ao mesmo tempo os outros sorrirem?" Após muitas risadas e constrangimento, minha comunidade foi inspirada a arrecadar o dinheiro necessário e, obedecendo à sua ideia, fiz uma tatuagem com o rosto do lindo Joe Neate, Produtor Executivo do Sea of Thieves.


Esse foi o nosso Criador em Destaque de hoje. Agradecemos ao AsylumGC8 por nos permitir conhecer sua vida como criador e fã do Sea of Thieves! Vamos vasculhar vídeos de luta livre e ver se conseguimos identificá-lo...

Acompanhe todas as novidades de Sea of Thieves seguindo nossos vários canais sociais.